Ernesto Bozzano

Nasceu em 02 de janeiro de 1862 e desencarnou em 24 de junho de 1943 (81 anos).

Foi um dos mais eruditos pensadores e cientistas italianos (nascido em Gênova). Com apenas 16 anos de idade já se interessava por temas abrangendo assuntos filosóficos, psicológicos, astronômicos, ciências naturais e paleontológicos, sentindo também grande atração para os problemas da personalidade humana, principalmente os que conduziam às causas dos sofrimentos, a finalidade e a razão da vida humana.Ex positivista-materialista ferrenho. Depois de ler o livro “Fantasmas dos Vivos”, de autoria de Gurney, Podmore e Myers, as dúvidas de sua mente deram lugar a uma dedicação afincada, e verdadeiro fervor, ao estudo aprofundado dos fenômenos espíritas. Organizou um grupo experimental, e no decurso de cinco anos consecutivos, graças ao intenso trabalho desenvolvido, esse grupo propiciou vasto material à imprensa italiana, chegando também a vários países, culminando com a materialização de seis espíritos, de forma bastante visível, e com a mais rígida comprovação, tendo pesquisado esses fenômenos em mais de 70 médiuns.
    Foi um dos mais salientes pesquisadores dos fenômenos espíritas, impondo-se pela projeção de seu nome.
Algumas Obras: “Animismo ou Espiritismo” – “A Crise da Morte” – “Os Enigmas da Psicometria” – “Fenômenos Psíquicos no Momento da Morte” – “ Metapsíquica Humana” – “Pensamento e Vontade” – “Xenoglossia”.

Pesquisa do Site em fontes diversas