Caibar de Souza Schutel

Nasceu em 22 de setembro de 1868, no Rio de Janeiro, sede da Corte Imperial no Brasil e desencarnou em 30 de janeiro de 1938 (70 anos). Seguiu para S. Paulo aos 17 anos onde empregou-se como farmacêutico.Viveu em Matão durante 42 anos, onde foi Prefeito.De família católica, encontrou o Espiritismo já adulto e, convertido, fundou o Grupo Amantes da Pobreza.

     Ficou conhecido como o "bandeirante do Espiritismo" por suas ações incontestavelmente orientadas para a prática da caridade e a difusão da     Doutrina Espírita. Fundou o jornal "O Clarim" em 15 de agosto de 1905 e a Revista Internacional de Espiritismo em 15 de fevereiro de 1905 (ambas circulando até hoje).

    Algumas Obras: "O batismo" - "Cartas a esmo"- "Conferências Radiofônicas" - "Histeria e fenômenos psíquicos" - "O diabo e a Igreja" - "Espiritismo e protestantismo" - "O espírito do cristianismo" - " Os fatos espíritas e as forças X.." - " Gênese da Alma" - "Interpretação sintética do apocalipse" - "Médiuns e mediunidades" - "Espiritismo e materialismo" - "Parábolas e ensinos de Jesus" - "Preces Espíritas" - "Vida e atos dos apóstolos" - "A questão religiosa" - "Liberdade e progresso" - "Pureza doutrinária" - "A vida no outro mundo"  e "Espiritismo para crianças".

 

Pesquisa do Site em fontes diversas